segunda-feira, 29 de junho de 2009

AS PALAVRAS


As palavras escrevem
o que sentimos no coração
mas de repente a borracha apaga tudo.
E no coração só se fica a notar
o rasto da borracha.

As palavras ficam caídas na solidão
mas algumas são levantadas
para a alegria de escrever.

Carolina Martins
EB1 Av. Heróis do Ultramar - ano lectivo 2007-2008


Rita Carrapato


3 comentários:

Um Olhar disse...

Belas palavras aqui deixadas, libertam sentimentos.
E assim se aprende diariamente com o sentir dos outros. Bela partilha de sentimentos que nos deixou a Carolina muitos parabéns.

Bjo terno,

Fátima

Raquelotas disse...

a minha amiga e sempre uma poeta para abrir o coracao.


bjs adrt mt

Anónimo disse...

O teu poema está lindo Carolina.
Parabéns!


Beijinhos da Daniela Alvarinho