terça-feira, 28 de outubro de 2008

O ARDENTE DAS COISAS

O ardente do Sol
é a poesia a brilhar.
O ardente da lua
é tão claro que nem se vê.
O ardente das nuvens
é tão poético que as nuvens não resistem.
E o que é o ardente do céu?
O ardente do céu
é um beijo de gotas.

TERESA E JOÃO MATALOTO - 4.º ano EB1 Av. Heróis do Ultramar

ano lectivo 2007-2008


Prof. Rita Carrapato



1 comentário:

Vera disse...

Um poema muito doce. Adorei esse beijo de gotas!

Beijinhos